Sr. Moisés A. Hernández Padrón com DNI núm 42916664K, com morada para efeito de notificações na Avenida Alcalde Ramírez Bethencourt, 12, Centro de Oficinas Fuentemar e correio eletrónico: juridico@mhp.es , como administrador único, com capacidade jurídica e de obrar para este outorgamento, agindo em representação da MHP SERVICIOS DE CONTROL SL, com C.I.F.: B-35664879, aos efeitos oportunos:


DECLARA

O SEU COMPROMISSO no estabelecimento e desenvolvimento de políticas que integrem a igualdade de tratamento e oportunidades entre mulheres e homens, sem discriminar direta ou indiretamente com base no sexo, bem como impulsar e promover medidas para alcançar a igualdade real dentro da comunidade da nossa organização, estabelecendo a igualdade de oportunidades entre mulheres e homens como princípio estratégico de nossa política corporativa e recursos humanos, de acordo com a definição desse princípio estabelecido pela Lei Orgânica 3/2007, de 22 de Março, para a igualdade eficaz entre mulheres e homens.


Em todos e cada um dos âmbitos em que a atividade desta empresa é exercida, desde a seleção à promoção, as condições de trabalho e emprego, a saúde ocupacional, a organização do tempo de trabalho e a conciliação, assumimos o princípio de igualdade de oportunidades entre mulheres e homens, cuidando de esta “ A situação na qual uma disposição, critério ou prática aparentemente neutros coloca uma pessoa de um sexo em particular desvantagem em relação a pessoas do outro sexo”.

No que diz respeito à comunicação, tanto interna como externa, todas as decisões tomadas a este respeito serão informadas e uma imagem da empresa será projetada de acordo com este princípio de igualdade de oportunidades entre mulheres e homens.


Os princípios enunciados serão colocados em prática através da promoção de medidas de igualdade ou através da implementação de um plano de igualdade. O plano de igualdade abordará, entre outros, os temas de acesso ao emprego, classificação profissional, promoção e formação, remunerações, gestão do tempo de trabalho para favorecer, em termos de igualdade entre mulheres e homens, a conciliação laboral, pessoal e familiar, e a prevenção do assédio sexual e do assédio com base no sexo. Nesses assuntos, as ações serão elaboradas para melhorar a situação atual, com os sistemas de monitoramento correspondentes sendo arbitrados, com o objetivo de avançar na conquista da real igualdade entre mulheres e homens na empresa e, por extensão, no conjunto da sociedade.


Para realizar este propósito, haverá representação legal dos trabalhadores e trabalhadoras, não apenas no processo de negociação coletiva, conforme estabelece a Lei Orgânica 3/2007 para a Igualdade Efetiva de Mulheres e Homens, mas ao longo de todo o processo de desenvolvimento e avaliação das medidas de igualdade mencionadas ou plano de igualdade.


Em Las Palmas de Gran Canaria, a 31 de agosto de 2018

D. Moisés A. Hernández Padrón

Gerente